Cursos Online

A busca do som-núcleo da voz (18 e 19/9)

A busca do som-núcleo da voz (18 e 19/9) - Foto 1

A BUSCA DO SOM-NÚCLEO DA VOZ

Cantar bem é muito mais do que conhecer a técnica vocal e, neste curso, a soprano Eiko Senda propõe uma busca para o som-núcleo da nossa voz: Pra quê? Por quê? Como?

CONTEÚDO

Através do uso do seu método de análise, a soprano Eiko Senda demonstra como o cantor pode desenvolver a consciência necessária para o uso correto do corpo para a produção vocal.

INFORMAÇÕES GERAIS

  • Idioma do curso: Português
  • Apresentação: Eiko Senda
  • Intermediação: Prof. Dr. Sérgio Anders
  • Data de realização: 18 e 19/09/2021 (Sábado e Domingo)
  • Horário: 16:00 às 18:00 (Horário de Brasília) --> Carga-horária total de 4 horas.
  • Plataforma: Google Meet
  • Inscrições: Até 17/09/2021 às 18 horas. Caso alguém não tenha recebido até às 19 horas, favor entrar em contato pelo e-mail contato@virtuosi.mus.br
  • Certificados: O aluno receberá um certificado de frequência em até 1 semana após o término do curso
  • Valor:
  • Link para compra:

EIKO SENDA

Nascida no Japão e radicada no Uruguai, a soprano Eiko Senda tem desenvolvido uma expressiva carreira internacional, já tendo se apresentado mais de 130 vezes em diferentes montagens de Madama Butterfly. Vencedora de diversos prêmios em concursos internacionais, estudou canto lírico com A.Barandoni, um dos poucos alunos de B.Gigli, e com Tamaki Sakamoto, a grande Diva japonesa. Sua formação em pedagogia musical e "Ciencia e Arte de Canto" realizou-se na Universidade Mukogawa (Japão), aperfeiçoou-se com as aulas magistrais de E.Pleehn, especializou-se em Canções Alemãs em Dresden/Alemanha e trabalhou o repertório lírico italiano com Franco Iglesias (New York).

Em 1995, mudou-se para o Brasil, onde cantou como soprano lírico-spinto nos principais teatros do país, sob a batuta de grandes maestros, apresentando-se em óperas como Madame Butterfly (Cio Cio San), Ballo in Maschera (Amelia), Forza del Destino (Leonora), Otello (Desdemona), Falstaff (Alice), Nabucco (Abigail), Ariadne auf Naxos, Turandot, Norma e muitas outras. Especializou-se nas óperas do compositor brasileiro Carlos Gomes, cantando óperas como Maria Tudor, Condor (Odaléa) e Lo Schiavo (Ilara). Desde 2005, canta o repertório wagneriano, principalmente nos diversos festivais de ópera de Manaus, assumindo papéis protagonistas como Sieglinde em "As Valquírias", Gutrune em "O Crepúsculo dos Deuses", Senta em "O Holandês Voador" e Isolda em "Tristão e Isolda".

Desde 2007, Eiko participa frequentemente em produções na Argentina e no Uruguais, como as óperas Madama Butterfly, Tosca, Elektra, Salomé, Violanda e várias outras, atuando nos Teatros Colón (Buenos Aires), Argentino (La Plata), Círculo (Rosario) e o Solís de Montevideo. Apresenta-se também em concertos sinfônicos, como o Requiem de Verdi, As Quatro Últimas Canções de R. Strauss, Requiem Alemão de Brahms, Grande Missa em Dó Menor de Mozart, Te Deum de Bruckner, Nona Sinfonia de Beethoven e a Quarta Sinfonia de Mahler.

Eiko recebeu excelentes críticas internacionais por seus últimos trabalhos em mídias, como o jornal New York Times, Jornal Yomiuri (Japão), Revista Opernwelt (Alemanha) e Revista Ópera Internacional (França). Em 2008, foi escolhida como a melhor cantora estrangeira do ano de 2008 na Argentina pela Asociacíon del Critica de la Musica. É jurada frequente de vários concursos de canto e desde 2015 atua como professora do Festival Internacional SESC de Pelotas.